Notícias

BEIJA-FLOR DE NILÓPOLIS VENCE OUTRA VEZ O CARNAVAL DO RIO DE JANEIRO

Beija-Flor é a campeã do carnaval do Rio pela 13ª vez na história

Enredo mostrou as belezas e a cultura da Guiné Equatorial.
Apoio do país africano, que vive uma ditadura, gerou polêmica.

 

Beija-Flor de Nilópolis, com seu enredo de exaltação da cultura e da alma africana, venceu o carnaval carioca, superando a polêmica do apoio recebido da Guiné Equatorial – país que vive sob ditadura e que foi homenageado no desfile. Terceira escola a entrar na Sapucaí na segunda-feira (16), segunda noite do Grupo Especial do Rio, a azul-e-branca da Baixada Fluminense conquistou nesta quarta-feira (18) seu 13º título, com apenas um décimo perdido na apuração.

"Sentimento é de dever cumprido", comemorou o intérprete Neguinho da Beija-Flor, chorando muito.

Na quadra lotada, com gritos de "A campeã voltou" (veja no vídeo abaixo), a torcida comemorou o título que não era conquistado desde 2011. Os outros campeonatos vencidos foram em 1763 ,1977, 1978, 1980, 1983, 1998, 2003, 2004 , 2005, 2007 e 2008.

Laíla, diretor da comissão de carnaval a Beija-Flor, desabafou, aos prantos: “ A gente está sempre buscando fazer o melhor para a escola de samba. Eu amo a minha escola, mas o enredo foi tão questionado, até mesmo dentro da escola. Me questionaram muito”.

 
Diretor da comissão de carnaval da Beija-Flor, Laíla comemora resultado
(Foto: Alexandre Durão/G1)

Seis escolas voltam à Sapucaí neste sábado, a partir das 21h30, para o Desfile das Campeãs. A ordem é inversa à da colocação. A sexta colocada, Imperatriz, abre a festa, seguida de Portela (5ª), Unidos da Tijuca (4ª), Grande Rio (3ª) e Salgueiro (2ª), fechando com a campeã Beija-Flor.

ANDERSON SILVA É PEGO NO EXAME ANTIDOPING ANTES DA LUTA CONTRA NICK DIAS

Anderson testa positivo em antidoping realizado antes da luta contra Diaz

Brasileiro teria metabólitos de drostanolona e androsterona em seu exame de sangue realizado no dia 9 de janeiro. Lutador ainda pode pedir que seja feita contraprova

Uma bomba explodiu no mundo do MMA nesta terça-feira. Ex-campeão dos pesos-médios UFC, Anderson Silva foi flagrado no exame antidoping após metabólitos de drostanolona e androsterona serem encontrados em seu exame de sangue, realizado pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC) no dia 9 de janeiro, portanto antes da luta contra Nick Diaz, no UFC 183, no último sábado, em Las Vegas. O resultado do teste foi revelado nesta terça-feira, e o UFC confirmou a informação através de um comunicado oficial. O lutador ainda pode solicitar a contraprova.

 

Anderson foi submetido a três exames: de sangue, nos dias 9 e 19 de janeiro, e de urina, no dia 31. Os dois últimos deram limpos, ao contrário do primeiro.

Nick Diaz também caiu no doping, no entanto, em exame feito após o confronto com Spider. O resultado do teste do americano aponta para metabólitos de maconha, segundo informações do "Yahoo!Sports". Esta é terceira vez que ele é pego nesta situação pela Comissão Atlética de Nevada. Em 2007, pelo Pride, e no UFC 143, em 2012, quando enfrentou Carlos Condit pelo cinturão interino dos meio-médios, Diaz testou positivo para THC, princípio ativo da maconha.

Anderson pode ser punido, pois as substâncias encontradas em seu organismo, são passíveis de pena dentro ou fora do período de competição. Flagrado no exame pós-luta, Diaz, reincidente, também não deverá passar impune. 

 

Anderson Silva caiu no exame antidoping dias antes do UFC 183 (Foto: Getty Images)

 

Confira a íntegra do comunicado oficial do UFC:

"Em 03 de fevereiro de 2015, a organização do UFC foi notificada pela Comissão Atlética de Nevada que Anderson Silva testou positivo para Drostanolona no teste para sua luta, realizado no dia 09 de janeiro. O UFC compreende que mais testes serão conduzidos pela Comissão para confirmar estes resultados preliminares.

Anderson Silva tem sido um excelente campeão e um verdadeiro Embaixador do esporte das artes marciais mistas e do UFC. O UFC está desapontado por saber destes resultados iniciais.

O UFC tem uma rígida e consistente política contra o uso de qualquer droga ilegal, de alteração de desempenho ou agentes mascarantes, por parte de seus atletas".

GOVERNO ANUNCIA QUE GRAÇA FOSTER DEIXARÁ COMANDO DA PETROBRÁS

São Paulo – A presidente da PetrobrasGraça Foster, já foi informada pelo Palácio do Planalto de que será substituída, segundo informações da Folha de S. Paulo de hoje.

A decisão se tornou inevitável depois de a companhia ter divulgado seu balanço do terceiro trimestre na semana passada.

No balanço, a empresa mostrou que fez uma revisão contábil de ativos imobilizados citados em relatórios da Operação Lava Jato.

Somados, esses ativos (entre eles fábricas e empresas adquiridas) teriam sido subvalorizados no balanço em R$ 88,6 bilhões e supervalorizados em R$ 27,2 bilhões. 

Porém, a Petrobras não conseguiu fazer uma avaliação segura e auditada de todos esses bens e, assim, não chegou a um valor exato e confiável para demonstrar de quanto seria o rombo nas contas da empresa.

Com a credibilidade ainda mais abalada no mercado, a companhia já perdeu mais de 70% de seu valor de mercado na bolsa nos últimos meses. 

Graça já havia pedido para sair do comando da estatal anteriormente, mas a presidente Dilma Roussef preferiu manter a amiga no cargo. 

 

Enquanto conseguiu, Dilma segurou Graça, que é sua amiga pessoal, no cargo. A divulgação de que a Petrobras deveria baixar seus ativos em R$ 88 bilhões por conta da corrupção e da ineficiência de planejamento, feita na semana passada, foi decisivas para a escolha.

De acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo, o ministro Joaquim Levy, da Fazenda, está pessoalmente tratando da escolha da próxima pessoa que ocupará o cargo. Ele esteve em São Paulo onde fez as primeiras sondagens para escolher o novo presidente da Petrobras.

Em um curto período de tempo, a estatal brasileira perdeu quase 75% de seu valor de mercado devido à política de investimentos utilizada e, principalmente, com a evolução da Operação Lava Jato, que deflagrou esquema de corrupção na estatal.

 

O nome do substituto de Graça ainda não foi definido. Procurada por EXAME.com, a Petrobras não se pronunciou sobre a mudança no comando.

CARNAVAL 2015 EM RITÁPOLIS -MG - ACOMPANHE DOS MELHORES BLOCOS DA REGIÃO

IMPERDÍVEL ! ! !

ACOMPANHE AQUI NO PORTAL ESPAÇOLINE A PROGRAMAÇÃO DO CARNAVAL MAIS ANIMADO DA REGIÃO DAS VERTENTES EM MINAS GERAIS

RITÁPOLIS - MINAS GERAIS- BERÇO DE TIRADENTES

VEJA ABAIXO:

 

PROCON: saiba mais sobre o órgão de defesa ao consumidor

 

PROCON é o órgão de proteção ao consumidor que realiza um trabalho de muita importância para os brasileiros, pois a partir dele o consumidor passa a ter voz e uma base legal para cobrar os seus direitos que devem ser garantidos segundo a Constituição.

Conheça mais sobre esse órgão e acompanhe a evolução do seu trabalho:

História
 
        Antes do PROCON existir já havia no Brasil diferentes iniciativas para proteger os consumidores de algumas maneiras e inclusive a Legislação apoiou a causa.
         Mas é na década de 70 que o marco na história do país realmente acontece, pois em 1976 foi criado em São Paulo, o primeiro órgão público que tinha como objetivo a proteção ao consumidor, conhecido então como PROCON.

          Ao longo dos anos, as transformações e a economia passaram a se voltar para questões fundamentais que envolviam o consumo, até que na década de 90 surge o Código de Defesa do Consumidor, que se tornou a grande alavanca para a defesa do consumidor apoiada pela Lei.

Função do PROCON
 
          O PROCON é uma fundação jurídica de direito público que tem como função realizar a elaboração e executar diferentes políticas estaduais que protegem e defendem os consumidores.
         O principal objetivo do PROCON é tentar solucionar os conflitos entre empresa e consumidor, para tentar um acordo com os direitos que os consumidores têm e evitar maiores ações. Mas quando um acordo não é realizado, o PROCON tem a possibilidade de enviar o caso para outros Juizados e assim um novo processo de proteção ao consumidor será aberto.

 

Atuação do PROCON
 
        O PROCON atua em todas as capitais do Brasil e é estabelecido em determinado lugar de acordo com decretos de ordem estadual.
Apesar da presença do PROCON em todas as capitais, o órgão não atua em todas as cidades do país.

 

Números do PROCON
 
        Só o PROCON de São Paulo recebe mais de 200 mil reclamações ao ano e entre elas 42% das reclamações são por algum tipo de problema que compromete a qualidade dos produtos.
         Os atrasos de entrega e o descumprimento dos contratos também são responsáveis por números altos e até a publicidade enganosa encontra o seu espaço nas queixas, recebendo uma média de 1.267 reclamações ao ano.
          O setor bancário está em primeiro lugar nas reclamações, seguido pela telefonia móvel e pela telefonia fixa que fica em terceiro lugar.
      Segundo o PROCON, 85% dos casos conseguem ser resolvidos no primeiro atendimento e o problema na maior parte das vezes está nos setores de relacionamento e pós venda falhos que as empresas oferecem.
     Dentre as empresas que mais resolvem os problemas no órgão, a Sabesp é a líder com 95% das suas reclamações atendidas e resolvidas pela empresa.
 
 

 que é Direito do Consumidor?

Basicamente, o direito do consumidor é um ramo do Direito que cuida de casos relacionados ao consumo e a defesa dos direitos que essa pessoa (física ou jurídica) possui em relação a um determinado bem, produto ou serviço. Além do Brasil, esse ramo já está bastante desenvolvido em grande parte dos países que possuem uma sociedade de consumo (sociedade com avançado desenvolvimento industrial capitalista e de consumo massivo de bens e serviços).

História do Direito do Consumidor

Existe evidências claras da existência de leis que controlavam a relação entre fornecedor e consumidor que datam de 1700 a.C. na Mesopotâmia aonde o Código de Hamurabi, mesmo indiretamente, protegia os “consumidores”. Na Índia do século XIII a.C., o Sagrado Código de Manu previa multa, punição ou restituição dos danos causados por qualquer um que desobedecessem as Leis n° 702 e 703. Na Grécia antiga, Aristóteles já incentivava o governo a nomear pessoas para fiscalizar possíveis “vícios” nos produtos comercializados.

O Direito do Consumidor como conhecemos hoje é algo relativamente novo. Ele surgiu apenas na metade do século XX, após a II Guerra Mundial, justamente quando surgiu as primeiras sociedades de consumo e exigiu dos estudiosos a criação de algo sólido que pudesse harmonizar as relações de consumo. Os países da América do Norte e da Europa Ocidental foram os primeiros a criar órgãos que garantissem proteção do consumidor contra os abusos sofridos, tornando a causa uma preocupação social.

Primeira página 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 Última página